Coaching (presencial e a distância)

Quem usa os serviços de coaching?

  • Profissionais que desejam melhorar sua performance, da sua equipe e da organização.
  • Profissionais em fase de preparação para assumir cargos de maior complexidade.
  • Profissionais expostos a novos desafios.
  • Profissionais com dificuldades de relacionamento e/ou desempenho.

Coaching

A pessoa que se submete ao processo de coaching é chamada de Coachee ou Performer. O profissional que executa o processo é chamado de Coach.

O objetivo do coaching é o alavancar o desenvolvimento de competências comportamentais e gerenciais.

O processo de coaching tem algumas características que o diferenciam de Treinamento, Consultoria de Carreira, Mentoring e Psicoterapia.

Uma delas é a não diretividade, ou seja, o processo deve ser determinado pelos conteúdos que o coachee traz para as sessões e não pelo profissional que o acompanha.

O coaching parte do pressuposto que o Coachee possui recursos internos que lhe possibilitam chegar às respostas que procura, por este motivo o papel do Coach é de facilitador. Neste ponto reside grande parte da força do Coaching. Ele possibilita que o próprio Coachee encontre as respostas internamente e não que estas sejam dadas por outra pessoa.

O compromisso com o resultado é outro elemento essencial do processo de Coaching. Já que o processo trabalha para que ocorram mudanças de comportamento e este é passível de observação, pode-se “assistir” aos resultados do processo.

Desta forma, além do próprio Coachee se beneficiar pelo processo, também usufruem dos seus resultados os seus interlocutores (colaboradores, chefia, pares e fornecedores) e, em última instância, a empresa em si.

Como trabalhamos

O processo de coaching é realizado em sessões individuais de 1 hora cada.

A quantidade de sessões e a frequência são determinadas após conhecermos os interesses e necessidades do cliente no primeiro encontro, que é realizado sem qualquer ônus e compromisso para ele.

Requisitos fundamentais para contratar um Coach

Qualquer pessoa com interesse em contratar os serviços de coaching deve procurar por profissionais que tenham, no mínimo, os seguintes requisitos:

  • Experiência significativa em diversos contextos organizacionais, a fim de ter conhecimento e familiaridade com temas como cultura e estrutura organizacional, jogos de poder inerentes às organizações, perfis e padrões de comportamento e comunicação; estilos de liderança, estratégias de influência;
  • Vivência anterior em cargo de liderança;
  • Acentuada capacidade de escuta, sem preconceitos;
  • Interesse humano genuíno;
  • Formação em coaching por entidade de comprovada capacidade e credenciada por federação respeitada.
Ficou interessado? Entre em contato para tirar suas dúvidas ou marcar uma conversa »